sexta-feira, 11 de setembro de 2009


New Romantismo

Caros companheiros e companheiras da classe blogueira...

Dentro dessas nossas vidas conturbadas e cada vez mais "entupidas" de informações diversas... ainda existe espaço para romantismo??

Será que as moças ainda encontram aquele rapaz que manda flores? que liga no dia seguinte, que abre a porta de um carro?

Estava ouvindo ontem o programa "panico" na rádio Jovem Pan (ô programinha xulo viu??) e comecei a observar esses e muitos outros preceitos da atual sociedade.

Nossa, como as coisas mudaram. Como estamos mais e mais alienados... como conseguimos lembrar de coisas como "Ronaldo" ou "Ô adriano tá me ouvindo"? mas não lembramo-nos do risco de beber e dirigir, de se previnir contra o vírus da aids ou qualquer outra doença sexualmente transmissível.

Hoje em dia o negócio tá tão feio que até pra uma turma ne unir na faculdade contra ou professor, protestar contra algumas taxas ou malefícios, é uma coisa do outro mundo...Reclamar numa loja então?? Nossa, somos até taxados de mal-educados por reinvindicar nossos direitos...

Mas... voltando ao assunto inicial...

Que humanidade artificial está nos rondando ultimamente hein?? O romantismo hoje é moderno... O cara diz que "ama" a esposa ou namorada e por trás ama várias outras mulheres... mas tudo bem!! ele é homem né?? isso é coisa normal, agora vá a mulher fazer algo do tipo, que é logo taxada como vadia, puta entre outros termos que eu prefiro não citar...(incrível essa inversão de valores né)?


O amor de hoje se resume puramente a estética. Para se ter noção Deus hoje é sinônimo de corpo perfeito, Religião?? dieta equilibrada. Fé?? fé no peso que irá diminuir na roupa que irá caber... nos seios que irei turbinar...Estria?? caso de polícia, Gordura é quase um caso de suicídio.

Hoje não importa a cultura, a gentileza, o conhecimento, a experiência a amizade, o sentimento. Nós jovens, não temos mais senso político, ideologia, fé. Estamos cada vez mais individualistas.

Estamos cada vez mais estetizados e alienados.

Mas eu ainda acredito no velho amor, nas velhas poesias... no saber dos mais antigos e no perfume das flores.




Marcadores:

1 Comentários:

Às 8:15 PM , Blogger Raysla Camelo disse...

É, é lamentável a existência humana.
É por isso que eu sempre me pergunto se são mesmo os seres humanos os racionais.

E...
"Mas eu ainda acredito no velho amor, nas velhas poesias... no saber dos mais antigos e no perfume das flores."

Eu também prefiro acreditar.
Eu preciso acreditar!
Do contrário, morreria, assim como muitos pricípios estão morrendo entre nós, seres humanos.

Adorei o texto!

Beijos!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial